inspirado @ 15:03

Dom, 03/02/08

Mais um mês passou, agora o blog comemora 6 meses de existência. Já é meio ano.

Espero continuar por cá muitos e muitos meses.

 

Respondendo aos comentários de uma pessoa que dá pelo nome de Katy, se tiveres talento para escrever o melhor é mostrar ao mundo, não vale a pena guardar o sucesso numa gaveta.

 

Para quem ainda não sabe muito sobre mim, sou um individuo do sexo masculino, que já passou por muito nesta vida e ainda ei de sofrer e amar muito nos dias que me restam.




inspirado @ 01:22

Sab, 02/02/08

Nos últimos dias tenho ouvido com muita atenção o mais recente álbum da cantora Christina Aguilera "Back To Basics" de 2006, um álbum caracterizado por grandes músicas inspiradas nos anos 20, 30, jazz ao estilo dos anos 40, blues com um toque moderno. O álbum é constituído por 2 CDS. O 1º é mais comtemporâneo, O segundo  foi completamente escrito e produzido por Christina juntamente com Linda Perry. Dele foram lançados os singles de sucesso: Ain't No Other Man, Hurt, Candyman, Slow Dow Baby e Oh Mother. Passado 1 ano e meio dsede o lançamento e ele continua a mexer connosco, principalmente a mim que so apercebi-me deste grande trabalho há pouco tempo.

Christina Aguilera deu à luz no passado dia 12 de Janeiro o seu primeiro filho, fruto do casamento com Jordan Bratman. Max Liron Bratmon veio completar a felicidade da cantora, que previamente filmou um último viedoclipe para uma canção do álbum.

Segue-se o videoclipe de Save Me From Myself , que possui imagens exclusivas do casamento de X-Tina com o marido, e é um bom presente para o nascimento do seu filho.

 

 

 

 

It's not so easy loving me
It gets so complicated
All the things you've gotta be
Everything's changin
But you're the truth
I'm amazed by all your patience
Everything I put you through

When I'm about to fall
Somehow you're always waitin
with your open arms to catch me
You're gonna save me from myself
from myself, yes
You're gonna save me from myself

My love is tainted by your touch
Cuz some guys have shown me aces
But you've got that royal flush
I know it's crazy everyday
Well tomorrow may be shaky
But you never turn away

Don't ask me why I'm cryin
Cuz when I start to crumble
You know how to keep me smilin
You always save me from myself
from myself, myself
You're gonna save me from myself

I know it's hard, it's hard
But you've broken all my walls
You've been my strength, so strong

And don't ask me why I love you
It's obvious your tenderness
Is what I need to make me
a better woman to myself
to myself, myself
You're gonna save me from myself


sinto-me:
música: Christina Aguilera - Save Me From Myself


inspirado @ 12:28

Sex, 01/02/08

Foi assim... a lâmpada apagou
A vista estremeceu e um beijo então deu-se
E veio a ansiedade louca, incontida no amor
E depois daquele beijo então
Foi tanto querer bem que alguém diz a alguém


Meu bem, só meu, meu amor

Meu bem, só meu, meu amor
E que o nosso céu onde as estrelas cantam
De repente ficou mudo
Foi se o encanto de tudo


Quem sou eu
Quem és tu, quem somos nós

Foi assim
E só deus sabe quem
Deixou de querer bem
Não somos mais alguém
O meu nome é ninguém
E o seu nome também
Também ninguém




inspirado @ 00:17

Qui, 31/01/08

Erraste quando olhaste para mim

Uma esperança, nasceu em mim,
Depois voou, para muito longe de nós,
O teu olhar no meu, a tua voz,

Deixaste sem querer deixar

Uma saudade, enorme em teu lugar,
Depois nós dois, cada qual nas mãos do destino,
Tu sem mim, eu sem ti !

Saudades, meu amor

Não digas que eu não me encontro neste estado !

Leva contigo este recado

E deixa-o nas mãos do destino

Deixaste sem querer deixar

Uma saudade, enorme em teu lugar,
Depois nós dois, cada qual nas mãos do destino,
Tu sem mim, eu sem ti !




inspirado @ 19:52

Ter, 29/01/08

Bebo água para aliviar a minha dor
Esta é a noite
Enquanto nos viramos
Enquanto rolamos
Eu senti algo estranho
Eu senti-te

Algo leve
Algo radiante
Achei que era o cheiro das coisas 
Achei que era o cheiro das coisas
Voltei , voltei novamente
Dá-me uma nova vida
Dá-me uma nova vida e vê-a
Atrávez da luz opaca
Atrávez daquelas luzes opacas
Eu caí, eu estou caindo , caindo , caindo , caindo
Nesta vida breve
A vida é breve
A vida é breve

A vida é breve

A vida é breve

A vida é breve

Breve




inspirado @ 21:19

Sex, 25/01/08

Tu e Eu
Temos uma caixa vermelha de memórias
Desbotou tenho certeza, correu sangue
Mas o amor parece correr nas nossas veias.

Sim, há amor se tu o quiseres

Não parece nenhum soneto, meu amor
Sim, há amor se tu o quiseres

Não parece nenhum soneto, meu amor
Meu amor


Não consegues ver

Que a natureza tem o seu próprio jeito de me avisar
Olhos bem abertos
Olhando para o paraíso com uma lágrima no meu olho

Sim, há amor se tu o quiseres

Não parece nenhum soneto, meu amor
Sim, há amor se tu o quiseres

Não parece nenhum soneto, meu amor
Meu amor


Afundando mais rápido do que um barco sem o casco
Meu amor

Sonhando com o dia que poderás estar junto de novo 

Ao meu lado

Aqui estamos de novo e o meu coração bate, meu amor
Eu parei para dizer amo-te

Pois acho que deves saber, a partir de agora

 




inspirado @ 21:04

Ter, 22/01/08


Há coisas que eu preciso explicar.

No processo deste lindo amor
A primeira vez que te vi,
Soube que nunca mais seria a mesma coisa.

Não brincaste com os meus sentimentos,
É hora de fazer algo despertar...
Hora de deixar o passado para trás.


No processo deste lindo amor

Sólido, mastigado e meio combinado.
Tens o endereço,
De um lugar em que nos possamos encontrar?

e

Choramos até amanhecer,
Choramos até amanhecer.

 

 





inspirado @ 00:17

Seg, 21/01/08

Para que esse mar não nos vença.
Não posso pensar que esta noite
Adormeço sozinho,
Vou ficar a escrever,
E talvez vá vencer
O teu longo caminho.

Quero que saibas
Que sem ti não há lua,
Nem as árvores crescem,
Ou as mãos amanhecem
Entre as sombras da rua.

Leva os meus braços,
Esconde-te em mim,
Que a dor do silêncio       
Contigo eu venço
Num beijo assim.

Não posso deixar de sentir-te
Na memória das mãos,
Vou ficar a despir-te,
E talvez ouça rir-te
Nas paredes, no chão.
Não posso mentir que as lágrimas
São saudades do beijo,
Vou ficar mais despido
Que um corpo vencido,
Perdido em desejo.

Quero que saibas
Que sem ti não há lua,
Nem as árvores crescem,
Ou as mãos amanhecem
Entre as sombras da rua.





inspirado @ 23:32

Dom, 20/01/08

"A noite não tem braços
Que te impeçam de partir,
Nas sombras do meu quarto
Há mil sonhos por cumprir.

Não sei quanto tempo fomos,
Nem sei se te trago em mim,
Sei do vento onde te invento, assim.
Não sei se é luz da manhã,
Nem sei o que resta em nós,
Sei das ruas que corremos sós,
Porque tu,

Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti.

A estrada ainda é longa,
Cem quilómetros de chão,
Quando a espera não tem fim,
Há distâncias sem perdão.

Não sei quanto tempo fomos,
Nem sei se te trago em mim,
Sei do vento onde te invento, assim.
Não sei se é luz da manhã,
Nem sei o que resta em nós,
Sei das ruas que corremos sós,
Porque tu,

Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti.

Navegas escondida,
Perdes nas mãos o meu corpo,
Beijas-me um sopro de vida,
Como um barco abraça o porto.

Porque tu,
Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti.
"

 

 

 




inspirado @ 21:32

Sab, 19/01/08

Sou bom em inspiração, não sou?
Então vais descobrir
Fecha a porta e iremos para qualquer lugar
Aonde tu me levares, a partir desta cama até muito mais
Cuidar de ti, eu vou
Posso ter uma foto tua esta noite?
Vou mantê-la comigo para sempre na minha cabeça
Toca-me porque não consigo mover-me
Eu mal consigo respirar,
Sem fala, sem fôlego
Não consigo dizer-te se estou aqui ou não
Correndo com as duas pernas amarradas juntas
Braços no ar
Cuidar de ti, eu vou
Posso ter uma foto tua esta noite?
Vou mantê-la comigo para sempre na minha cabeça



Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


Pesquisar
 
blogs SAPO