inspirado @ 16:38

Dom, 24/02/08

Momentos são iguais a àqueles em que eu te amei,
Palavras são iguais àquelas que eu te dediquei.
Eu escrevi, na fria areia, um nome para amar,
O mar chegou, tudo apagou, palavras leva o mar.
Meu coração é uma praia distante no teu perdido olhar,
O teu coração é mais inconstante que a incerteza do mar.
O meu castelo de carinhos que não pude terminar,
Momentos meus que foram teus.

Agora é recordar.




inspirado @ 22:31

Sab, 23/02/08

Lembro um olhar,
Lembro um lugar,
O teu corpo amado

Lembro um sorriso
E o paraiso
Que tive a teu lado.

Lembro a saudade,
Que hoje invade
Os  meus dias.
Para o meu mal,
Lembro, afinal.
Um triste adeus.

Sou agora, no mar desta vida,
Um barco a navegar,
Onde está esse teu olhar,
Onde está o teu sorriso
E aquele lugar?

Eu devia sorrir, sorrir eu devia,
Para as minhas dores ocultar

Mas, diante de tantas lembranças,
Ponho-me a chorar.




inspirado @ 10:13

Sex, 22/02/08

Eu pensei
Que por um momento
Podia afastar-me de ti
E depois

Com a distância
Ia esquecer-me de ti
Caminhar, caminhar peloscaminhos sem fim
Sem poder arrancar-te de mim
Por mais forte que alguém possa ser
Não poder viver assim


Eu pensei.
Que podia encontrar
Outro sol que me dê calor

Fracassei ao pensar que um dia
Podia viver sem o teu amor
O que vejo afinal ?
A verdade do meu erro
A distância aumentou

Eu não sei o que farei se não quiseres voltar

Para mim.

 




inspirado @ 13:03

Qui, 21/02/08

O meu mal é o mal de amor
Não há remédio que cure a minha dor

No céu uma estrela caminha

O meu destino iluminou
O sol pareceu-me cheio de vida
Mas o meu pranto não enxugou
Banhei-me com a chuva do orvalho
E sem amor o meu mal continuou

O meu mal é o mal de amor
Não há remédio que cure a minha dor

 




inspirado @ 20:58

Dom, 17/02/08

Eu não quero mais amar
Para não sofrer desilusão
Depois do que eu passei
Fechei a porta do meu coração
Eu dei a ela todo o meu carinho
E no entanto acabei sozinho.




inspirado @ 11:46

Sex, 15/02/08

 

Sinto que o romance termina assim
Cruel para mim, que triste fim
Eu que tanto fiz, que tanto te ajudei
Até a minha vida te entreguei
Meu maior pecado foi te amar

E te entregaro meu coração
Quis viver um sonho de amor
Mas foi em vão, meteste os pés
Em quem te deu a mão

 

 


sinto-me:
música: Richard Ashcroft - Break The Night With Colour


inspirado @ 20:27

Qui, 14/02/08

Acredita em mim

O meu último adeus.
Coração, sonha em vão
Com os beijos teus.
Foram estas palavras que eu murmurei
Tu também longe além, murmuraste eu sei.

Há neste murmúrio uma saudade,
A vontade louca de voltar
Ser como era antes, mesmo por um instante
E depois morrer para não chorar...

Há nesse murmúrio uma saudade
A vontade louca de voltar
Ser como era antes, mesmo por um instante
E depois morrer para não chorar...

Acredita em mim

O meu último adeus.
Coração, sonha em vão
Com os beijos teus.
Foram estas palavras que eu murmurei
Tu também longe além, murmuraste eu sei.

Feliz Dia dos Namorados

 





inspirado @ 19:55

Qua, 13/02/08

Tu não sabes como te adoro
Tu não sabes porque é que eu choro
Lamento apenas a tua atitude
Espero um dia que mudes o pensamento 

O nosso amor sente a tua ausência
Tenho tranquila a minha consciência
De que não fiz o mal a quem desejo o bem
Quero-te somente a ti e mais ninguém




inspirado @ 21:43

Ter, 12/02/08

Nas tuas mãos deixei o meu sonho
Nas tuas mãos deixei a bondade
Alegre sonho, ficou triste

Nas tuas mãos tornou-se saudade
Nas minhas mãos o teu perfume
Nas minhas mãos o teu cabelo

O meu ciúme

Nas minhas mãos um triste apelo

As tuas mãos estão mais frias
Estão vazias dos meus beijos
As minhas mãos talvez não sintas
Estão famintas de desejos
Nas minhas mãos a despedida
Nas tuas mãos a minha vida




inspirado @ 20:29

Seg, 11/02/08

Não tenhas ideias erradas de mim
Só porque eu quero-te tanto assim
Eu gosto de ti, mas não me esqueço
De tudo quanto valho e mereço
Não penses que se me deixares, vais me deixar
A dor será capaz de me matar
E um verdadeiro amor não se aproveita
E não se faz senão aquilo que te apetece
Depois, se ela vai, nós aceitamos

A gente bebe, a gente chora, mas esquece

 

 

 

 



Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO