inspirado @ 16:44

Seg, 10/11/08

Podes tentar aquecer essa mãos frias

No calor do meu corpo

E quando te deitas ao meu lado.

Sussuro: " Amor, acorda-me mais tarde"

 

Mas na realidade não quero que pares

E como o sabes, isso não te faz parar.

 

Percorres com as mãos desde o meu pescoço ao meu peito.

 

Abre as janelas.

Quero deitar-me contigo, na luz do dia

Olhar-te nos olhos

Enquanto os raios de sol tocam o teu rosto e corpo.

 

Podia sentar-me por longas horas,

Descobrindo novas formas de admirar-te mais uma vez.

Porque a luz do dia parece querer-te

Tanto quanto eu desejo-te.




De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO