inspirado @ 21:05

Qui, 06/12/07

Sinto o calor do teu corpo
Mas não estás aqui
Não deixas-me ver
Não muito
Mantiveste o nosso amor até nos beijarmos
És tudo o que eu quero

Mas

Vejo-te a desaparecer
Mas tu, 

Tu nunca esteveste aqui

É apenas a tua sombra
Nunca tu própria

É apenas a tua sombra 
Ninguém mais
É apenas a tua sombra
Preenchendo o vazio

E  deixando-me sozinho

E  deixando-me sozinho

Entregas-te
E depois  fechas-te novamente
O sol não está brilhante
O céu está negro
Pode ser apenas um sinal.

Falas em voz alta mas soa tão distante
Talvez  tenha visto a tua alma
Era a tua sombra. Eu vi-a na parede.

Vejo-te a desaparecer
Mas tu, 

Tu nunca esteveste aqui
É apenas a tua sombra



Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
14
15


25
26
27
28
29



Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO