inspirado @ 01:24

Sab, 11/08/07

" Eu passei todo o tempo á espera
De uma segunda opurtunidade
De um intervalo que consertaria tudo
Mas há sempre uma razão
Para não me sentir bem
E no fim do dia é difícil

Preciso de uma distração
Das memórias que correm nas minhas veias
Deixe-me ficar vazio e leve
E então, talvez eu encontrarei alguma paz esta noite

Nos braços de um anjo
Voa para bem longe
Deste frio e vazio coração
E da eternidade que temes
As ruínas dos sentimentos
E o silencioso suspirar…..
Estás nos braços de um anjo
Encontrar algum conforto aí
Estás nos braços de um anjo
Encontra algum conforto aí
 
Estás presa às linhas do destino
E onde estiveres
Sombras e vultos estarão atrás de ti
A tempestade continua
Mantém as mentiras
Com as quais escondeste o que não tinhas

Não há diferença, foge uma última vez
É mais fácil acreditar nesta doce loucura
Nesta gloriosa tristeza
Que me faz ajoelhar a teus pés

Nos braços de um anjo
Voa para bem longe
Deste frio e vazio coração
E da eternidade que temes
As ruínas dos sentimentos
E o silencioso suspirar…..
Estás nos braços de um anjo
Encontrar algum conforto aí
Estás nos braços de um anjo
Encontra algum conforto aí "
 


Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12

19
23
25

26
27
31


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO