inspirado @ 13:46

Sab, 03/11/07

Como navios, que flutuam através da vida
Através das águas de amor e amizade
Iremos um dia chegar ao mesmo porto
E dar descanso aos nossos pés cansados
Há uma luz  acima do céu 
Reflectida no vitro dos teus olhos
O tempo continua
Gostaria de poder dormir, gostaria de poder sonhar
Eu amo o som dos meus pés contra estas ruas vazias 
Vi toda a cidade deserta
Eu estou correndo ao teu lado
Nada permanece, estes sentimentos têm asas
São como navios que flutuam, flutuam......


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14

18
19

27
28
29


Pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO