inspirado @ 14:30

Sex, 11/01/08

 

 

À meia-noite as minhas memórias voltam

À meia-noite falo a verdade sem fingir aquilo que posso falar claramente.

Como cada movimento que fazes quando me beijas cuidadosamente nas esquinas dos meus Olhos sonhadores.


Tenho uma garrafa de vinho do Porto que vou bebendo de um só gole
De um gole relembro os tempos que tivemos antes
Quando todos os sentidos eram verdadeiros
Se só para esta noite tenho uma garrafa de vinho que vai tranquilizar a minha dor
De todas estas sensações que me deixam louco.

Quando estou contigo é tudo muito bom se só para esta noite
Tenho uma garrafa de vinho que reflecte-se à luz da vela
Mas penso que é só para esta noite.


Tenho uma garrafa de vinho que vou bebendo de um só gole
De um gole relembro os tempos que tivemos antes
Quando todos os sentidos eram verdadeiros
Se só para esta noite tenho uma garrafa de vinho que vai tranquilizar a minha dor
De todas estas sensações que me deixam louco.

 

 




Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

13
14
15
16

23
24
26

27
28
30


Pesquisar
 
blogs SAPO