inspirado @ 13:46

Sab, 03/11/07

Como navios, que flutuam através da vida
Através das águas de amor e amizade
Iremos um dia chegar ao mesmo porto
E dar descanso aos nossos pés cansados
Há uma luz  acima do céu 
Reflectida no vitro dos teus olhos
O tempo continua
Gostaria de poder dormir, gostaria de poder sonhar
Eu amo o som dos meus pés contra estas ruas vazias 
Vi toda a cidade deserta
Eu estou correndo ao teu lado
Nada permanece, estes sentimentos têm asas
São como navios que flutuam, flutuam......


Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14

18
19

27
28
29


Pesquisar
 
blogs SAPO